Escola Albertina comemora 39 anos

Alunos e funcionários comemoraram 39 anos da Escola Albertina Dias Coelho, no distrito de Passé. Em clima de comemoração alunos e educadores realizaram a tradicional Gincana que movimentou a população local e promoveu um bingo aberto a toda comunidade.

Para comemorar o aniversário da escola os alunos se dividiram em onze equipes que durante um período fizeram pesquisas e trabalhos relacionados à trajetória da comunidade, para serem apresentados como provas da gincana. Em clima de pura animação e diversão os estudantes da maior e mais tradicional escola de Passé, que hoje consta com um prédio de dez salas e dispõe de ensino fundamental I, fundamental II, EJA e EMITEC com apoio do Governo do Estado. Estes jovens tiveram através deste projeto um estimulo para a elevação da própria autoestima.

Na competição que mais é uma grande brincadeira, pois o mais importante é participar e se divertir, quem levou a melhor foi a equipe Guerreiros de Passé, do (8º ano), seguidos das equipes, Passé Meu Orgulho, Meu Amor (EJA e EMITEC) e Império das Cores (8º ano B). Estas equipes terão um dia de educação e lazer na Praia do Forte, com visitas a pontos turísticos, com acompanhamento de um guia.

Para a professora Vanda Garcez, a escola tem papel fundamental na evolução da comunidade, “Antigamente a comunidade de Passé era basicamente formada por pescadores, marisqueiras e agricultores, mas, graças aos trabalhos de algumas professoras leigas dentre elas a dona de casa Albertina Dias, que dedicou parte de seu tempo para alfabetizar as crianças. Hoje essa realidade mudou muito, pois temos uma comunidade formada por industriários e pessoas ligadas diretamente à vida acadêmica”, pontuou a professora.

Há 38 anos lecionando na Escola Albertina a professora Licinalva de Jesus, se emociona ao lembrar de um aluno, uma pessoa de bem,  que mora no Estado do Rio de Janeiro e sempre que volta a Bahia vem visita-la. “Ele era um garoto bem levado dava muito trabalho em sala de aula, e tinha um pai bastante rígido e que sempre o castigava, mas, eu sempre conversava com o pai para ter mais paciência, que as travessuras eram coisas de criança, nunca desistir dele”, lembrou.

Atualmente a Escola Albertina está sob a direção do Professor Joseval Vasconcelos e tem um quadro de funcionários com um total de 48 funcionários, incluindo o gestor.

 

Albertina Dias Coelho

A professora leiga, Albertina Dias, foi a pioneira no processo de alfabetização na localidade de Passé.  Dona de casa e costureira, Albertina dedicava parte de seu tempo e um espaço em sua casa para outro oficio, do qual amava muito, o ensino da alfabetização. Com a construção de uma Escola Municipal localizada na Roça Grande o município há exatos 39 anos prestou homenagem a esta grande mulher, e deu a esta, que se tornaria uma renomada escola o nome de Albertina Dias Coelho.